sexta-feira, janeiro 19, 2007

lendo...

Pois é...como uma leitora mais atenta percebeu..eu não ando atualizando essa bodega aqui com tanta freqüência...a tempo, eu explico...
É que aproveitei o período cinza entre o fim do estágio e o início da monografia p/ ler...
Isso mesmo...nada de útil, no sentido de ajudar na elaboração da monografia, apenas prazer mesmo...
Li o "anjos e demônios" do Dan Brown: "a primeira aventura de Robert Langdon"...rsrs... quanta imaginação do cara viu? a parada da antimatéria no Vaticano...psicotrópicos pesados..rs

Aproveitei tb p/ ler um dos meus autores preferidos...
Milan Kundera...
Não sei se vcs conhecem..
Se não conhecem parem de ler isso aqui e vão ler sobre o cara e, principalmente, o q o cara escreveu...
Eu me propus a ter a ter todos os livros do cara...
Já tenho um bocado...Falta outro tanto...rs
Não li quase nada...rs
Mas sempre que me proponho a ler, não resisto e perco um tempo p/ reler "a insustentável leveza do ser"... o livro mais famoso dele...foda ao extremo
Virou filme e tudo...que por sinal, eu nunca quis ver...gosto tanto do livro, que reduzi-lo a uma dimensão 'física'(película) p/ mim seria inadmissível..rs
Porém, persisti e agora, eu acabei de ler "a lentidão"
Que livro é esse hein?
Eu quero escrever assim quando crescer...
Sério, leiam esse livro...não tem uma história..só reflexões fodas e alguns personagens soltos através dos tempos...
É isso...quando eu acabar de ler “o livro do riso e do esquecimento” eu volto aqui...
bjos

sábado, janeiro 06, 2007

Milagre da vida...

A minha casa é um lugar bastante arborizado, temos um grande jardim aqui e muitas, muitas plantas e árvores...e, conseqüentemente, temos também muitos pássaros que se aventuram a fazer das árvores do meu quintal sua maternidade...
Inúmeros filhotes de rolinha, pardal e sanhaço já deram seus primeiros piados por aqui...rs
No entanto, ultimamente um casal de sanhaço cismou de fazer os seus ninhos na palmeira que fica junto ao muro que dá para a rua, o que tem sido p/ nós um inferno porque ao ficar exposto dessa maneira...desperta também a sanha dos malditos passarinheiros que querem roubar os filhotes do ninho para trancá-los numa gaiola...o que nos faz redobrar nossa atenção para que os furtos não aconteçam...embora nós nem sempre tenhamos sucesso...
Vcs devem estar pensando que eu sou mais um desses eco-chatos que ficam falando em salvar as baleias ou o mico leão dourado... não é nada disso...
Só estou escrevendo isso...porque a natureza é maravilhosa e realmente emocionante...
Ontem a tarde com essas chuvas que têm acontecido...o galho que segurava o ninho dos sanhaços quebrou e ficou pendurado...virando o ninho de cabeça p/ baixo...e quando fomos ver, achamos um filhote morto na calçada da garagem ... algo realmente triste...mas não é sobre tristeza que eu quero escrever...hoje pela manhã meu tio achou o outro filhote dos sanhaços caído no canteiro, escondido no meio das plantas...
E é sobre o desejo de viver desse pobre bichinho que nem pena tem...mas que ficou a noite inteira na chuva com fome mas não desistiu de viver que eu escrevo hoje...
Eu sei que isso tá piegas p/ caramba...
mas eu realmente fiquei emocionado...
mais até do que com a novela das 8!
E eu não vou terminar esse texto falando da moral da história porque essa história não tem moral...
é só a vida acontecendo ao nosso redor...
quem tiver olhos p/ ver que veja...

Ps: estamos tratando do bichinho até ele poder voar e ir embora...e algum passarinheiro prendê-lo numa gaiola...
Pois é, nem sempre as coisas acabam bem...rs

terça-feira, janeiro 02, 2007

passou...

...como aquele esparadrapo q vc precisa arrancar, mas sabe que quando arrancar vai doer porque vai arrancar juntos alguns cabelos...
assim foi...
doeu (na verdade, nem tanto), mas passou...o meu aniversário, o natal e o ano novo...
e como diria Paulinho: "E a vida continua...o consolo dos aflitos e a desilusão de quem ama..."
eu sei que é piegas, mas o que realmente importa nisso tudo é estar perto das pessoas que se ama...
o resto é o resto...
e que venha 2007...
o ano mais incerto da minha vida...

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Novo ano, natal, ano novo...

Mais um ano se passou e chegaram novamente: meu aniversário, natal e ano novo;
E eu me lembrei o quanto essa época me chateia...
É tudo tão falso...uns cumprimentos de fachada, uma alegria falsa, promessas mais falsas ainda...
Tudo isso me cansa...
Foi-se o tempo em que eu gostava que me chamassem de herege por dizer que meu aniversário era alguns dias antes do Natal porque Jesus tinha reclamado com o Pai que eu nascer junto com ele seria uma concorrência desleal (p/ ele)...
mas hoje nem isso...
Nós dois perdemos prum tal de Noel (não o Rosa, mas um progenitor qualquer)...
E nem é por isso meu desânimo, mas foi-se o tempo que essa época significava algo de bom, de importante, pelo menos p/ mim...
Hoje em dia é só comer e dormir...
E assim, vamos seguindo...
por isso, eu fico com Fernando Pessoa...

Aniversário
Alvaro Campos

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz e ninguém estava morto.
Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos,
E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer.
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,

Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.
Sim, o que fui de suposto a mim-mesmo,

O que fui de coração e parentesco.
O que fui de serões de meia-província,
O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui - ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui...
A que distância!... (Nem o acho... )
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!
O que eu sou hoje é como a umidade no corredor do fim da casa,

Pondo grelado nas paredes...
O que eu sou hoje (e a casa dos que me amaram treme através das minhas lágrimas),
O que eu sou hoje é terem vendido a casa,
É terem morrido todos,
É estar eu sobrevivente a mim-mesmo como um fósforo frio...
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos ...

Que meu amor, como uma pessoa, esse tempo!
Desejo físico da alma de se encontrar ali outra vez,
Por uma viagem metafísica e carnal,
Com uma dualidade de eu para mim...
Comer o passado como pão de fome, sem tempo de manteiga nos dentes!
Vejo tudo outra vez com uma nitidez que me cega para o que há aqui...

A mesa posta com mais lugares, com melhores desenhos na loiça, com mais copos,
O aparador com muitas coisas - doces, frutas, o resto na sombra debaixo do alçado,
As tias velhas, os primos diferentes, e tudo era por minha causa,
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos. . .
Pára, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira! ...
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!...

segunda-feira, dezembro 04, 2006

crianças...

(trecho de uma conversa entre eu, minha mãe e minha prima Domênica de 7 anos, onde conversávamos sobre se ela sabia quem dava nome a escola dela, um tal de Olavo Bilac...)

Minha Mãe: - O patrono da escola é um cidadão...

Eu: - Como se ela soubesse o que é 'cidadão'....

Ela: - Lógico que eu sei....cidadão é uma cidade beem grande!

............................

Menina ixperta!!!!rs

quarta-feira, novembro 22, 2006

neuroses...

Eu odeio links na internet q qdo eu clico abrem uma outra janela e o link q eu cliquei muda de cor (tipo esse aqui do lado, q tem os links pros blogs q eu leio), eu fico angustiado, não resisto e clico em todos os links p/ eles ficarem todos da mesma cor...
será q é caso de TOC*??????

*TOC: Transtorno Obsessivo Compulsivo, a doença do Roberto Carlos, q outrora foi chamada de "coisa de gente excêntrica", e q minha falecida vózinha provavelmente diria se fosse viva: "coisa de gente fresca!"

domingo, novembro 12, 2006

Sobre o ‘complexo de vira-lata’ parte II....

Pensaram que eu não ia continuar né?rsrs
Eu tb pensei...rsrs
Mas eu sou brasileiro e não desisto nunca (foi um bom trocadilho, não foi, digam? rs);
A segunda parte dessa ‘série’ é sobre como brasileiro encara sua herança enquanto povo...enquanto possuidores de um passado em comum...
Não preciso nem dizer que ele encara isso de forma péssima né?rs
Somos a mistura de tudo que não presta, pensamos nós...
A saber...
A burrice do português, a preguiça do índio e a malandragem tendendo p/ degenerescência moral do negro...
Ou seja, não tem como dar certo...
É mesmo engraçado isso, não acham?
Como a construção da própria identidade pode ser feita de forma tão negativa...
Eu estava estudando(p/ dar aula) sobre os índios no resto da América...e a maneira como é encarada essa herança nos países latino-americanos atualmente...e o mais incrível é q...
Eles encaram essa herança de forma muito positiva...se sentem orgulhosos por descenderem de tais povos...
Não é que eu ache que devamos ficar numa exaltação imbecil do passado...
Devemos ser críticos...
E crítico significa perceber que temos aspectos positivos e negativos p/ ressaltar...e trabalhar..e não ficar num negativismo vazio...
Eu sei que estou sendo muito simplista...mas tb não pretendo fazer um estudo profundo aqui nesse espaço...(quem sabe um dia..rs)
Mas o q eu posso concluir é que o passado não condiciona o futuro necessariamente... mas a forma como se encara o passado pode ser uma chave p/ orientar suas ações no presente e quem sabe almejar um futuro diferente...
Sei lá...
Quem vai saber?
...

quinta-feira, novembro 02, 2006

nada mais clichê...

...um cara barbudo, de camisa pólo listrada, entrando numa loja p/ comprar ingressos p/ um show do Los Hermanos...

quinta-feira, outubro 26, 2006

Bons tempos...

Saudosismo, ah, o saudosismo! Caetano encerrava a canção de mesmo nome bradando...‘chega de saudade!chega de saudade!’...ele bem sabia q é preciso deixar os mortos dormindo em paz e seguir em frente...tá certo que estamos na pós-modernidade, sociedade quente, Lévi-Strauss, morte da memória, ditadura da História coisa e tal...mas viver como se o tempo não tivesse passado ou como se o passado fosse sempre dourado é mesmo muito esquisito...
um poeta certa vez, perguntado sobre os bons tempos, falou que os tempos são sempre bons, nós é que não prestamos mais...
Eu concordo com ele...
Eu não presto mais...
Eu cresci...
E sou saudosista de mim mesmo...
Não que eu ache que eu era melhor...mas eu era mais inocente...vivia sem me preocupar com nada...futuro, emprego, violência,morte...
Sinto falta de pensar que a vida era como um filme da “Sessão da Tarde” que era só tocar uma música animada, as pessoas se mobilizariam e ao final da música qualquer grande problema estaria resolvido...
Hoje em dia a vida é como um filme de arte europeu...quase sempre sem sentido...mas é isso aí...entre uma sessão e outra vamos seguindo...
Pois aprendemos todos com João a sempre ser desafinados...
Nada a ver esse final mas tá valendo..rs

******************************

Ps: aos meus leitores e minhas leitoras...não tenho atualizado o blog porque estava na fase decisiva do estágio..isso mesmo...dando aulas...foi tudo bem..sobrevivi..rs
Só p/ constar pretendo voltar a atualizar essa joça aqui com mais freqüência, embora esteja meio sem saco p/ escrever..mas isso..vcs entendem..rs
Um abraço

sábado, setembro 30, 2006

...em tempo de eleição....

...depois dizem que brasileiro não tem senso de oportunidade...
lançaram o produto mais 'antenado' do momento...
tava andando nas ruas do centro da cidade (RJ)...
quando ouço uns camelôs gritando o slogan mais bacana dos últimos tempos:

"Baralho do mensalão! Baralho do mensalão! cada
carta é um ladrão!"

é rir p/ não chorar....

quinta-feira, setembro 14, 2006

Tv, calcinhas e filosofia...

Eu não ia postar hj..tenho uma porção de coisas p/ fazer...mas essa merece..rs
...

Estava eu ontem à noite vendo o tradicional futebolzinho na televisão...quando enfim termina o primeiro tempo da pelada...e é hora daquela tradicional zapeada pelos outros canais p/ não ter q ouvir as considerações de "gênios" como Casagrande e Sérgio Noronha...é então que acho a pérola!
Como tb já é costume, os outros canais pensando na audiência masculina do horário, sempre arrumam desfiles de lingerie visando abocanhar uns pontinhos no Ibope, já q concorrer na hora do jogo é difícil...rs
Na hora do intervalo é a Luciana Gimenez q nos faz esse favor, ao fim da partida isso cabe ao nosso 'glorioso' Gilberto Barros...rs
Não! não pensem que eu acho isso ruim..como já disse, é bem melhor ver modelos em trajes sumários do q ouvir o Sérgio Noronha dizer que o time pode 'ganhar, perder ou empatar'(!!!!)
Mas então, como ia dizendo, a pérola foi justamente no programa da nossa mãe-do-filho-do-roqueiro-velhinho...
Durante o referido desfile..eis q ouço a pérola:

(de um carinha-q-eu-não-sei-quem-é):

- 'Essa calcinha retrata a intelectualidade da mulher brasileira'...(!!!!!!!!!!)

é sério gente, ele disse isso... enquanto eu gargalhava compulsivamente!
Até mesmo a apresentadora percebendo tamanho disparate retrucou com irônia(outra coisa q me surpreendeu!!!!):

-'Intelectualidade? pô, mas é uma calcinha...rs'

O tal carinha já sem graça tenta reparar:

- 'Não, é que a mulher q usa essa lingerie está preocupada com outras coisas...'

Eu ganhei minha noite..mas vamos lá...tentando dar sentido ao q ele falou...a intelectual brasileira é uma relaxada q usa qq calcinha por estar preocupada com outras coisas? ou a calcinha q ele apresentava é uma calcinha qq(porcaria)?
eu acho q as duas coisas...rsrs

tá vendo...e quem foi q disse q a televisão brasielira não dá oq pensar...rs

domingo, setembro 03, 2006

Sobre o ‘complexo de vira-lata’ parte I....

Olá, caros leitores...
Vou tentar(se tiver fôlego e ânimo) fazer uma série de posts, a partir dessa semana, analisando aspectos do povo brasileiro que me chamam a atenção de um modo geral...venho pensando muito nisso ultimamente...(falta do que fazer né?rs, quem me dera que fosse...)
vamos ver no qq dá..rs
aceito sugestões...

O post dessa semana(como já foi dito) é sobre uma ‘característica’ que eu observo com muita constância e raiva nos brasileiros de um modo geral...
A mania de se diminuir em frente a outros povos...em geral do (chamado) ‘primeiro mundo’...
Não sei quanto a vcs, mas isso me irrita profundamente...

Exemplo nº1:
Galvão Bueno(aquele imbecil) dizendo a cada cinco minutos na narração de hoje:
- Porque os ingleses não gostam disso...
- aqui (na Inglaterra) as coisas são diferentes...
(invadem o campo, e a anta diz:)
- isso é coisa de brasileiro! (até que um repórter diz que eram ingleses com camisas do Brasil que invadiram o campo)...
...

Não é que eu seja nacionalista(ou qq baboseira do tipo), mas ficar babando ovo dos outros à toa é que não dá...
Tudo bem que o ‘primeiro mundo’ seja organizado, e que lá se respeitem as leis...mas o que temos que entender é que temos nossa especificidade...e que isso não é necessariamente ruim...porque nem nós estamos sempre errados e nem eles estão sempre certos...
E que ficar se diminuindo e tentando (em vão) ‘ser’ o outro não resolve o problema(se é q há problema)...
O que temos que definir é o que somos e o que queremos ser...
E parar de se omitir...
Isso é outra coisa que me irrita...
É sempre assim: 'os brasileiros não respeitam as leis'...ora, cara-pálida... e vc?..é o que? Quando a alegria do brasileiro encanta o mundo..somos todos brasileiros...quando invadem um campo... são os brasileiros que não sabem se comportar?
Assim é fácil... só se identificar com o que disseram que é o certo, positivo...
Temos que definir o ‘nosso’ certo...
E não ficar dizendo:
-Ah se eu tivesse nascido nos EUA...
(se vc tivesse nascido nos EUA provavelmente seria um idiota que vota no Bush e acha que é o dono do mundo...)
mas felizmente(ou não) vc nasceu aqui... então larga de ser alienado e passa a pensar um pouco(só um pouquinho) no que fazer para mudar (ou não) o que te incomoda...
eu já dei meu primeiro passo...
estou escrevendo sobre..rs

continua semana que vem...

domingo, agosto 27, 2006

nada sério...

como eu disse no post passado: eu ia escrever sobre várias coisas e acabei não escrevendo nada...
nesse post, eu continuo sem vontade de escrever...rs
no entanto, em respeito às pessoas q entram aqui esperando ler qq coisa q seja...
vou discorrer sobre coisas aleatórias..q eu sinta vontade falar...
afinal esse blog é meu e eu escrevo sobre oq quiser...rs

vamos lá...

  • em primeiro lugar: minha solidariedade a Plutão...o sistema solar é mó clubinho fechado...só porque o Plutão era diferente...

  • agora, eu tb sou do tempo que Plutão era planeta...tou me sentindo velho...rs

  • minha solidariedade aos astrólogos...agora sem Plutão como planeta...como fica a profissão deles?

  • adoro feirinha de livros..livros bons a preços baratinhos..comprei "A sangue frio" do Truman Capote a R$1...amo muito tudo isso..rs

  • Vi "Miami Vice" no cinema..clichezão..mas nada de intragável não...as cenas de ação são ótimas...

  • na expectativa de ver o filme novo do M. N. Shyamalan.... "A dama na água" ...a Veja meteu o pau no filme...mas a Veja não costuma ser muito confiável não...eles incensam filmes q eu acho uma porcaria e detonam outros q eu adoro (eles falaram q "V - de vingança" era uma bosta total, sem comentários, né?).

  • eu não sou o dono da verdade...nem sei nada sobre o que é bom ou ruim...ainda bem!

  • eu adoro o Shyamalan!

  • sem mais...
  • até semana que vem...

domingo, agosto 20, 2006

Por tudo que (não) for...

Esse post é um cemitério das minhas intenções...
Essa semana eu ia escrever (como me pediram) sobre o maravilhoso filme “Caché”, que eu vi no cinema, e que me propiciou algumas conversas muito interessantes com alguns amigos...
Eu ia escrever um texto relacionando o filme ao livro “O estrangeiro” de Camus...
Iria discorrer sobre o conceito de ‘crápula’(só p/ chatear o André, rs)...
Eu ia escrever sobre a minha primeira experiência como professor, de fato...
Eu ia escrever sobre os discos dos Beatles que eu estou re-ouvindo...
Bom, mas como vcs já viram...
Esse texto é sobre tudo que não foi...
Mas poderia ter sido...

sábado, agosto 05, 2006

A verdade: by malvados

eXTReMe Tracker